Porque conversar com um amigo não resolve?


Por vezes problemas comuns nós levam a pensar em terapia, mas antes de seguirmos em frente e buscarmos um psicólogo surge a frase: “Para que terapia se eu posso conversar com um amigo?".

A terapia, diferente de conversar com um amigo, possibilita não só diminuir a dor. Trata-se de um processo de descobrimento de você mesmo. O movimento de se conhecer amplia a consciência do porque eu passo por esse sofrimento e como lidar de maneira respeitosa com ele.

Investir no próprio desenvolvimento torna possível uma auto reflexão e analise, e para tal existem várias abordagens e estudos. Conversar com um amigo pode minimizar a dor, mas compreendê-la requer um tipo de esforço diferente. A psicoterapia contribui para a busca de soluções com base na individualidade e ritmo de cada um.

O primeiro passo para a terapia é o mais importante e também o mais difícil. O principal foco da psicoterapia é o crescimento pessoal, sem necessidade de uma queixa específica.

É importante ressaltar que o processo terapêutico requer antes de tudo que o paciente possua uma participação ativa e espontânea. A terapia traz consigo a necessidade de se abrir para o processo e vivencia-lo junto ao profissional.

Fazer terapia pode ser a grande diferença...

  • Instagram
  • Facebook
  • Whatsapp