Sobre Mudanças


Ano novo começando e uma certa vinheta sempre nos lembra de mudar, mas afinal como e porque mudar?


A mudança é uma constante fixa na vida. Aceitar esse fato, que a mudança é inevitável, permite vivenciar o aqui e agora. A definição de mudar é transformar, renovar, dar direção ou sentido, ao refletir sobre estes significados o processo de mudança pode parece complexo e dificultoso. Entretanto todos mundo já vivenciou mudanças ao longo da vida, algumas mais complexas: como o luto, mudar certos hábitos, dentre outras; e outras sem que se notasse: como a maternidade, mudanças de percepções e etc. Mas o mais importante é aprender fechar etapas, visto que mudar é necessário.


Mas como acontece o processo de mudança?

Ao pensar em mudanças sempre visualizamos o contexto final, quando já vivemos ela, aonde de fato se percebe a transformação. Porém mudança não se resume ao resultado final simplesmente, é importante inicialmente identificar o que de fato podemos mudar, aquilo que está ao nosso alcance. E compreender que em algumas situações a mudança ocorre porque as etapas de seu processo muitas vezes estão fora de nosso controle.


Refletir sobre o alcance do controle sobre um fato permite contempla-lo antes mesmo da ação (a etapa em que colocamos energia para iniciar e vivenciar de fato a mudança proposta). Somente após uma reflexão é que então podemos ir para o campo da preparação e planejamento da mudança em si. Após o planejamento é que de fato caminha-se para a fase da ação, agindo de acordo com o vislumbrado pela preparação.


Algumas ações de mudança perdem força ao longo do percurso por uma não reflexão do controle que possuímos sobre ela, e por falta de um planejamento ou preparação a respeito, queremos ir imediatamente para a ação e o resultado, gerando assim frustrações perante o proposto.


Após a ação da transformação ainda é necessário que se aconteça a manutenção, ou seja ainda existe trabalho para que a mudança continue em vigor. Ou seja, uma mudança mesmo que pequena ainda exige, mesmo depois de realizada, constantes avaliações e reflexões. Lembre-se que o agente da mudança, seja física ou psicológica é você, sendo assim você é único capaz de refletir sobre o controle que possui de tal fato e a real necessidade que essa mudança requer sobre a sua vida.

  • Instagram
  • Facebook
  • Whatsapp